Games

GeForce Now gratuito terá propagandas (mas apenas antes de jogar)

A partir de agora, o GeForce Now, serviço de streaming da NVIDIA, vai ter propagandas no plano gratuito (mas não é tão ruim quanto você acha)

28.02.2024 às 13:29

Lançado em 2020, o GeForce Now é uma das alternativas para jogadores aproveitarem jogos de PC pela nuvem sem a necessidade de um hardware dedicado para jogar. Atualmente, o serviço tem uma categoria gratuita para aproveitar, mas a NVIDIA vai inserir propagandas de até 2 minutos para este nível de assinatura a partir de hoje (28).

Apesar de parecer algo bastante negativo – afinal, são 2 minutos de propaganda –, na prática é bem mais tranquilo do que parece. Os anúncios são extensos, mas foi confirmado que eles só vão aparecer na fila de espera, não durante as sessões de jogatina em nuvem.

geforce now

Imagem: NVIDIA

GeForce Now terá propagandas, mas somente para categoria gratuita

Para entender um pouco melhor, é preciso detalhar como o GeForce Now funciona. Trata-se de um programa de streaming de jogos em que, em vez de ter um catálogo como o Game Pass, você pode jogar os próprios games que tem comprado na Steam, Epic e outras lojas (portanto, não depende de um catálogo rotativo).

geforce now

Imagem: Nvidia

Entretanto, hoje em dia você tem a opção de assinatura paga, que garante mais prioridade na hora de acessar os servidores, ou uma gratuita, de baixa prioridade de acesso. Portanto, você vai pegar filas para poder jogar e é aí que os anúncios entram no novo modelo de negócios.

Em resposta ao portal VideoCardz, a NVIDIA assegurou que a mudança vai ocorrer apenas nos planos gratuitos e vai impactar somente o período de filas do GeForce Now, não a jogatina.

geforce now

Imagem: NVIDIA

Fonte: VideoCardz

Comentários
Inscreva-se
Notificar de
guest
1 Comentário
Mais antigo
Mais novo Mais votado
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Elizeu Farias
Elizeu Farias
5 dias atrás

O serviço é péssimo, e infelizmente, vai continuar cada vez pior porque não tem concorrente com servidores no Brasil. Pelo valor que é cobrado [R$ 63,00 por mês], já deviam ter catálogo próprio ou no mínimo oferecer uma qualidade de serviço descente, coisa que não fazem. Sei que algumas pessoas não tem muito escolha e tem que assinar, mas quem conseguir economizar pra comprar um PS5, é melhor do que pagar uma fortuna todo mês pra essa empresa mercenária que não tem vergonha na cara!