Games

Vendas de Final Fantasy 7 Rebirth caem 90% no Japão

Mesmo tendo uma estreia excelente, Final Fantasy 7 Rebirth caiu bastante na segunda semana no Japão

14.03.2024 às 13:19

Lançado no dia 29 de fevereiro deste ano, Final Fantasy 7 Rebirth foi um sucesso entre crítica e fãs, atualmente com o selo “Must Play” no Metacritic, média de 92 pontos e diversas notas 10, incluindo aqui no Flow Games. E, apesar de ter tido um lançamento excelente no Japão, a segunda semana foi de quedas.

final fantasy 7 rebirth minigame

Imagem: Flow Games/Vinícius Munhoz

Final Fantasy 7 Rebirth teve queda de vendas no Japão

Inicialmente, a primeira semana de vendas de Final Fantasy 7 Rebirth foi extremamente positiva no Japão: o game chegou a vender mais de 262 mil cópias e liderou com folga em primeiro lugar, se tornando um queridinho dos japoneses.

O problema é, agora, na segunda semana, as vendas caíram drasticamente, com mais de 90% de queda. Em suma, o período computou apenas 24 mil cópias vendidas, segundo a revista Famitsu.

final fantasy 7 rebirth

Imagem: Flow Games/Vinícius Munhoz

Segundo o portal Insider Gaming, apesar de ser algo que pareça bem negativo, esse tem sido o comportamento dos consumidores japoneses com a franquia Final Fantasy há um tempo, com Final Fantasy 16 seguindo um caminho similar.

Por enquanto, a Square Enix ainda não revelou oficialmente as vendas de Final Fantasy 7 Rebirth no mundo todo. Em comparação, Final Fantasy 7 Remake vendeu 3,5 milhões de cópias em 3 dias e mais de 7 milhões até hoje; já o 16 vendeu mais de 3 milhões de cópias em 6 dias.

final fantasy 7 rebirth

Imagem: Flow Games/Vinícius Munhoz

Final Fantasy 7 Rebirth já está disponível para PS5, mas deve chegar ao PC no futuro.

Fonte: via Insider Gaming

Comentários
Inscreva-se
Notificar de
guest
2 Comentários
Mais antigo
Mais novo Mais votado
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
OkumuraRyuu
OkumuraRyuu
2 meses atrás

Aguardando a versão de pc

Felipe
Felipe
2 meses atrás

Só esqueceram de falar que esse report é da Famitsu e cobre APENAS vendas de mídia FÍSICA na primeira semana do Japão.
Não cobre mídia DIGITAL. As vendas digitais não são contabilizadas pela revista Famitsu.